30 de junho de 2013

A FEIRA DE ARTES DE IMPERATRIZ NA VISÃO DE GONZO SADE


A gente costumava se reunir no TNT pra tomar alguns drinks bem fortes e curtir um som sujo. A Praça da Cultura já começava a receber os convivas. 

Barracas de artesanato, mesas e cadeiras espalhadas pela rua, em frente a Academia de Letras. Na esquina, um enorme palco ficava preparado durante toda semana para os artistas pratas de nossa casa. 

Aquilo era algo que nos tornava mais felizes. Poderia durar o ano todo que iríamos todos os dias. Era deleitoso saber que toda noite, durante uma semana, iriamos nos reunir com pessoas interessantes para papear, beber e apreciar músicas da região. Era uma época interessante para a cultura. 

Fiquei estonteado ao saber que isso iria voltar, novamente, após quase 13 anos. Meu coração ainda é novo para mais uma feira moderna.

Gonzo Sade é poeta marginal e fino comedor de panelada.

29 de junho de 2013

EXPOSIÇÃO UNIVERSO DAS QUEBRADEIRAS ACONTECE DURANTE A XXIV FEIRA DE ARTES


A exposição “Universo Quebradeiras” retrata o dia a dia, as lutas pelo acesso livre aos babaçuais, momentos religiosos e de lazer das quebradeiras de coco babaçu. 

Essas mulheres de luta são identificadas assim pela sua forma de trabalho, que vai desde a coleta e quebra do coco, até atividades que priorizem o beneficiamento do fruto. A fotógrafa Vanusa Babaçu, com o seu olhar aguçado registra o “Universo Quebradeiras” inspirando-se na simplicidade do dia a dia dessas guerreiras e dos seus familiares. 

A construção de cada fotografia é composta por elementos peculiares, transformando o comum em diferente e belo, revelando as marcas das lutas e do tempo. 

O responsável pela exposição, concepção e montagem é o curador Cairo Costa. Para finalizar, descrevo as fotografias de Vanusa Babaçu, com o trecho do poema “Quebradeira de Coco” de Lília Diniz: “O trono dessas mulheres é o de tantas outras, que se embrenham nas matas à busca da amêndoa que dá o sustento, às vezes roubando-lhes a vida. Os braços já sem a força de antes, empunha o velho macete certeiro, aos golpes abre o coco ao meio e em mil pedaços teus sonhos. A labuta dessas guerreiras é transformada em azeite e sabão, gongos apetitosos assados ao espeto na brasa do coco que alimenta. A realeza delas não é menor que as palmeiras.” 

Texto de Lanna Luiza – estudante de Comunicação Social - Jornalismo 

Programação Cultural Gratuita: Durante a XXIV Feira de Artes de Imperatriz-ma acontecerá a Exposição “UNIVERSO QUEBRADEIRAS” da fotógrafa Vanusa Babaçu. De 29 de Junho a 06 Julho a partir das 18h no Coreto da Praça da Cultura. Curadoria de Cairo Morais.

28 de junho de 2013

MOÇA FRATURA O PÉ NO ÔNIBUS DA VBL E QUASE NÃO CONSEGUE ATENDIMENTO NO SOCORRÃO

Imagens da moça que fraturou o pé no ônibus da VBL

Isso também já aconteceu comigo. Certa feita eu andando de coletivo em uma das sucatas fétidas da VBL, por falta de estrutura de visualização do motorista (espelhos) e também de um suporte sinalizador para paradas, dentro do carro, fiquei prensado ao tentar descer pois o motorista fechou-a antes da total passagem minha pra fora. Felizmente tive só arranhões leves.

Pelo facebook extraí esse depoimento da estudante Mariana Leite. Ela afirma ainda o descaso com a questão da saúde em Imperatriz. 

"Hoje às 17:00 horas, minha amiga estava dentro de um LIXO VBL, quando o motorista abriu a porta e prendeu o pé dela. Então ela começou a gritar pra ele fechar a porta, e as outras pessoas vendo ela gritar, pediram também pra que ele fechasse, porém ele se negou a fazer isso pois dizia que "as pessoas que estavam lá fora precisavam entrar". Depois que ela conseguiu tirar o pé e as pessoas foram ajuda-la, o motorista vendo o desespero dela, em vez de tentar ajudar também, fez foi pedir pra ela parar de 'drama' porque a empresa já tava lascada e agora as pessoas vendo aquela situação.. 

Enfim, alguma coisa precisa ser feita! Levei ela ao hospital socorrão, e foi outra decepção. Nós tivemos que entrar na sala de raio-x mas de duas vezes pois a máquina estava com defeito, sem contar também que até quem vai bom pra lá sai doente só do odor que a pessoa sente quando entra e espera no corredor. 

Não é perseguição, mas.. ESSA É A CIDADE ONDE O PÚBLICO É SINÔNIMO DE PÉSSIMO!" 


26 de junho de 2013

MINC DEFINE ETAPAS ESTADUAIS PARA A CONFERÊNCIA NACIONAL DE CULTURA, VEJA AQUI O REGIMENTO INTERNO


O Diário Oficial da União do dia 21 de Junho de 2013 publicou a Portaria, assinada pela ministra da Cultura, Marta Suplicy, definindo os períodos de realização das etapas que antecedem a 3ª Conferência Nacional de Cultura que acontecerá entre 26 e 29 de novembro, em Brasília.

Até 11 de agosto deverá ser realizada a etapa municipal ou intermunicipal; até 15 de setembro terá que ser feita a etapa regional ou territorial; e a etapa estadual e distrital será realizada até o dia 29 de setembro. Essa decisão consta no artigo 6º do Regimento Interno da 3ª CNC.

A Secretaria de Articulação Institucional (SAI), do Ministério da Cultura, criou um hot site para divulgar as informações relacionadas à Conferência. Na página, poderão ser consultados o Regimento Interno, o texto-base, as minutas de documentos e as guias para a realização das etapas municipais e estaduais
.

O endereço é www.cultura.gov.br/3cnc

25 de junho de 2013

PEC 37 REJEITADA E PROMOTORIA PÚBLICA CHAMA SETRAN DE OMISSA


Notas rápidas deste fim de noite, inicio de quarta feira já:

PEC 37 é rejeitada

Por 430 votos contra e só 9 a favor o Projeto de Emenda Constitucional 37 foi derrubada. Veja abaixo Os 9 DEPUTADOS FEDERAIS que tiveram coragem de votar a favor da PEC37 ( como sempre todos da Direita):

1 - Lourival Mendes (PTdoB-MA)
2 - João Lyra (PSD-AL)
3 - Sergio Guerra (PSDB-PE)
4 - Mendonça Prado (DEM-SE)
5 - Bernardo Santana de Vasconcellos (PR-MG)
6 - Valdemar Costa Neto (PR-SP)
7 - Eliene Lima (PSD-MT)
8 - João Campos (PSDB-GO)
9 - Abelardo Lupion (DEM-PR)


Movimento realiza Ato Público nesta quarta


Sandro Bíscaro chama Setram de "omissa"
Na entrevista coletiva de hoje, o Promotor de Justiça Sandro Biscaro  destacou além da irregularidade na frota da VBL,  a total  falta de fiscalização da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran). 

Segundo ele, a Secretaria foi omissa em algumas informações que o MP havia solicitado. “O poder público tem que fiscalizar seus próprios contratos”, afirma o promotor.
O promotor Sandro Bíscaro falou também sobre a contratação temporária de outra empresa de transporte para que a população não seja prejudicada. Ele acrescentou que o processo vale apenas para as linhas urbanas. Em relação às linhas intermunicipais, Bíscaro comenta que promotores de outras cidades estão se juntando para solucionar o problema.

Prazo – Em reunião realizada na última sexta-feira (21), a Prefeitura de Imperatriz estipulou mais um prazo para dar uma resposta definitiva sobre a quebra de contrato com a VBL. “Não posso fazer uma quebra de contrato sem ter no outro dia quem transporte essa população”, disse o prefeito Sebastião Madeira.

Fonte: Do Minuto

24 de junho de 2013

O DISCURSO DE DILMA MELHOROU?

Sou da oposição republicana e à esquerda à presidente Dilma, reclamei do pronunciamento dela na sexta. Mas hoje o pronunciamento ficou perto do impecável. Com política para unificar a população em prol de uma pauta positiva. Tomara que não seja só discurso. 

Se for verdade, unidade de ação! 

Unidade de ação e discussão em outro patamar. Quando o diálogo se estabelece, é preciso realizar discussões válidas, racionais e bem pautadas. 

Cabe à sociedade, agora, dar um passo adiante e apresentar as pautas de diálogo prioritárias. Também é o momento de indicarmos os nossos representantes para o diálogo que, acredito eu, como uma das pautas mais relevantes é a saúde e educação [sem corrupção] - não pode ser conduzido apenas por quem está legitimado pelas urnas. 

Agora é o momento das lideranças sociais serem alçadas ao debate, por meio de legitimação de seus grupos sociais. Tranquilizador saber que o diálogo entrou na pauta do dia.

23 de junho de 2013

MOVIMENTO CONVOCA NOVA MANIFESTAÇÃO NESTA SEGUNDA E ORIENTA TODOS A PULAR A CATRACA


Uma nova manifestação está sendo convocada por estudantes, trabalhadores, representantes de diversas entidades civis populares, para esta segunda, 24, com concentração na Praça de Fátima a partir da 16:00. 

O ponto interessante é a orientação do movimento para que os usuários do transporte urbano de Imperatriz pulem a catraca como forma de protesto.

Especula-se que membros do alto escalão do governo tucano, além de setores da mídia local, estejam recebendo dinheiro da VBL para fazer "vista grossa". 

Como não temos provas sobre isso esclareço que minha posição é de apenas transmitir aqui este suposto "boato" que via de regra corre solto nas ruas da cidade. Sem querer fazer juízo de valor o blogue está a disposição para esclarecimentos das autoridades sobre o assunto. 

Sobre a atitude supostamente radical do movimento penso que se dependesse das autoridades, protesto seria sempre ordeiro. Uma turminha bem comportada, carregando cartazes bem-feitinhos, dando voltas sem fim em algum lugar que não atrapalhe o trânsito - num Sambódromo, ou quem sabe em um autódromo. 

Para participar, seria preciso se inscrever, apresentar RG, CPF, serviço militar quitado, Imposto de Renda, atestado de bom comportamento, e não ter antecedentes criminais. 

Vamos ser bem claros: protesto pacífico não serve pra muita coisa. A polícia não bate. A imprensa não dá espaço. Os governantes não dão bola. Protesto não é pra ser pacífico. Protesto é pra incomodar. Protesto é para questionar a ordem. 

E tenho dito!

21 de junho de 2013

SOBRE O ATO PÚBLICO EM IMPERATRIZ: VIVA O POVO EM MOVIMENTO



Acabei de chegar da Ponte do Cacau (00: 55), onde manifestantes interditaram a BR 010! Gostaria de parabenizar os heróicos e bravos companheiros (as) que permaneceram até o final negociando diretamente com as autoridades para por fim a falta de respeito com a população no que diz respeito ao transporte público ! 

Algumas considerações sobre o ato de hoje para ajudar no entendimento das mobilizações que cortam o país: 

A) Estamos vivendo os primeiros momentos de uma espécie de ativismo autoral. É uma transposição do ativismo/existência virtual para o presencial. Os indivíduos “postam” seus cartazes, com sua pauta, seu comentário e levam pra rua, para as pessoas curtirem ou comentarem. 

A multiplicidade de pautas, ou "posts", tem a ver com isso, logo a não-verticalidade na condução do processo de mobilização também acaba por interferir na construção da objetividade das manifestações; 

B) Na falta de verticalidade mínima e diante de pautas tão diversas, os manifestantes se costuram em torno de símbolos gerais, acima ou em consenso entre todas as ideologias, pois não gerará conflitos: a Bandeira Nacional, o Hino Nacional; 

C) Até este momento da análise, a Rede Globo e afins gostam muito, pois eles podem pinçar das dezenas de pautas aquilo que lhes serve e reproduzir massivamente, criando um imaginário de coesão mínima em torno daquilo que as elites do país pretendem; 

D) Mesmo nesta difusão toda, é possível perceber duas ações bastante organizadas no movimento: a) Milícias antipartido, que não se limitam a ir baixar as bandeiras, buscam desmoralizar estas forças partidárias e se tiverem chance, arrancam camisetas e agridem fisicamente os militantes partidários; b) Ações de grupos organizados  para romper o caráter pacífico dos atos, contraditoriamente, a única ação que a Globo não gosta, pois está fora de seu controle e pode trincar mesmo o regime político. E acho que isto acontece nacionalmente falando.


Teoria da conspiração? Estariam os itens Da e Db articulados? São verossímeis estas hipóteses?

20 de junho de 2013

AOS QUE GRITAM FEROZMENTE, ONDE VOCÊ ESTAVA ATÉ SEMANA PASSADA ?

A imprensa tem me ligado querendo saber se eu, como militante do PSOL e político com certo grau de figura pública, vou à manifestação, por conta desta “resistência”. A minha resposta é que eu não vou, eu já estou lá, e faz 10 anos. Estive nas ruas contra Sarney, no Movimento Estudantil, nas marchas dos excluídos, pela educação etc, nas marchas contra a privatização da previdência de Lula, nas ações de rua promovendo ocupações. 

Então, por que eu devo sair das ruas e praças, das mobilizações, se este é meu habitat político natural? Onde estava você, manifestante raivoso e despolitizado, semana passada? Com duas horas por semana você pode se programar e engrossar importantes movimentos reivindicatórios na cidade. Onde esteve você neste últimos anos? 

Escrevo isto para levantar a questão do sentimento honesto de apartidarismo presente nas manifestações. Este sentimento é, em essência, positivo, pois é a reação da população contra aquilo que salta aos olhos negativamente: a esmagadora maioria dos políticos e seus partidos, além do fato de que em passado bem recente esta mesma população foi vítima do aparelhamento de mobilizações de rua para fins eleitoreiros. 

É justa a indignação e compreensível a resistência. Os partidos, todos eles, inclusive o que faço parte, devem compreender esta mensagem e agir com proporcionalidade, sem colocar suas bandeiras em destacado relevo, e no sentido da unidade em torno de objetivos comuns. Mas é preciso haver cuidados para que não se cometam injustiças e nem se caia em velhas armadilhas. 

Há, nitidamente, uma tentativa de setores conscientes e desonestos em incentivar a não presença de partidos nas manifestações. Estes setores têm medo que a pauta destas manifestações aponte para o coração do poder, para a área central de comando desta bandalheira que se tornou a relação do poder público com o setor privado em Imperatriz. 

Estas manifestações, com esta intensidade, vão passar, e esperamos que tenhamos saldos positivos, sobretudo na qualidade da democracia brasileira. E após estas manifestações passarem, nós continuaremos lá, nas ruas, fazendo contraponto à velha política e todos aqueles que roubam a dignidade do povo todos os dias: o latifúndio, os agiotas banqueiros, os empreiteiros corruptos, e todos os governos que atentam contra os interesses das maiorias. Portanto, nada de exclusão. 

Os que estão vindo pra luta agora podem chegar, espalhem-se – esta democracia conquistamos assim, talvez você não tenha participado disto também, né? -, mas não excluam quem já estava aqui, coerentemente, defendendo o país e seu povo.

MANIFESTANTES INVADEM PALÁCIO DOS LEÕES



Cerca de 20 mil manifestantes protestaram em frente ao Palácio dos Leões, sede do governo do estado do Maranhão. Em frente ao local, um grupo derrubou grades de proteção que isolavam o palácio dos manifestantes.O levante ocorreu por volta das 21:00 de ontem, quarta feira.

19 de junho de 2013

TRILHA SONORA PARA A MANIFESTAÇÃO DESTA QUINTA, 20

 

Oração Latina

César Teixeira

La la la la laiá la la la la laiá la
Esta nova oração,
É uma canção de vida
Pelo sangue da ferida no chão.
Que não cicatrizará
Nem tampouco deixará de abrir
A rosa em nosso coração...
E diga sim...
A quem nos quer abraçar,
Mas se for pra enganar
Diga não...
Com as bandeiras na rua
Ninguém pode nos calar.
Com as bandeiras na rua
Ninguém pode nos calar.
E quem nos ajudará
A não ser a própria gente
Pois hoje não se consente esperar.
Somente a rosa e o punhal.
Somente o punhal e a rosa
Poderão fazer a luz do sol brilhar.
E diga sim...
A quem nos quer acolher,
Mas se for pra nos prender
Diga não...
Ninguém vai ser torturado
Com vontade de lutar.
Ninguém vai ser torturado
Com vontade de lutar.
La la la la laiá la la la la laiá la
La la la la laiá la la la la laiá la
E diga sim...
A quem nos quer acolher...
Mas se for pra nos prender...
Diga não...

18 de junho de 2013

SOBRE O PAPEL DOS PARTIDOS POLÍTICOS NESTAS [E FUTURAS] MANIFESTAÇÕES

Para equilibrar a discussão sobre partidos nos atos da sociedade civil: Sou CONTRA partidos que chegam nos atos cheios de bandeiras e faixas enormes. Acho um desrespeito com a população que está ali. 

Por outro lado, não acho errado os demais participantes estabelecerem regras para a presença dos partidos, como: 1º) O partido não pode ter participação na transigência da pauta que o movimento combate, e isto é fácil de verificar, pauta por pauta; 2º) Os partidos que passarem neste primeiro critério, só podem levar, por exemplo, uma bandeira, em tamanho X; 3º) Os partidos não poderão colocar sua(s) bandeira(s) à frente da manifestação, garantindo assim que ele esteja diluído e não destacado. 

Acho que este diálogo politiza e ajuda a uma convivência democrática e coerente. 

Muita vigilância com os partidos que mostram a cara é bom, mas ver gente de partidos que estão no governo gritando "sem partidos" na manifestação junto com segmentos desafetos à liberdade individual é de lascar... 

Parece os Fóruns Sociais Mundiais: os partidos da ordem travestidos de movimentos e ongs, exigindo "ausência de partidos". Alienação dentro da alienação. Mas vamos em frente que atrás vem gente! Todos 5ª feira, 16h, no Praça de Fátima!

17 de junho de 2013

ÉTICA EDITORA É A MAIOR DO MARANHÃO E OS IMPERATRIZENSES NÃO SABEM


Ontem nas páginas do jornal "O Progresso", saiu uma boa reportagem sobre o mercado editorial sul-maranhense, em especial com a relação da Ética Editora no nicho, que possui como diretor/editor o historiador e Membro da Academia de Letras Adalberto Franklin [foto].

Com cerca de 500 publicações já lançadas a editora de Franklin é a mais robusta em toda a trajetória literária no Maranhão. Porém os leitores regionais preferem os best-sellers ou que estão na moda, ou de grande apelo comercial tais como auto-ajuda e afins. 

Mesmo assim a Ética ganhou um prémio da Academia Brasileira de Letras, na categoria "Ensaio e Crítica Literária", pelo livro "Os atenienses, a invenção do cânone nacional". Pouca gente deve saber disso.   

Outro dia olhei a lista dos livros mais procurados nas livrarias [não fazia isso a anos] e topei com um monte de coisa que nunca ouvir falar tipo Nicholas Spark ou ainda Willian P. Young. 

Ignoro. A bem da verdade a lista dos mais vendidos sempre não me foi muito lá atraente.

Não me sinto na obrigação de estar por dentro de tudo que acontece em literatura, música, artes plásticas etc. Não me sinto “por fora” estando por fora. Tenho até um prazer perverso em estar na contra-mão. Resquícios da adolescência, chame do que quiser.  

Mas o que esperar de uma cidade que mal tem uma biblioteca decente? 

Nesse sentido a Ética segue valorizando a cultura local jogando por vezes pérolas aos porcos. 

Ninguém disse que a vida é fácil! Longa vida a Ética Editora.  


15 de junho de 2013

PROTESTOS POR UM TRANSPORTE PÚBLICO DIGNO CHEGAM A IMPERATRIZ

Clicke na imagem para visualizar melhor

Do Facebook para as ruas:
 
"A luta é NACIONAL! Se todos nós compreendêssemos que o poder emana do povo, não passaríamos mais nenhum dia reféns do governo burguês. Você tem voz, você tem vez, a luta é agora! Vamos romper com a ditadura do silêncio, vamos "por a boca no trombone", vamos gritar! Dia 20 de junho haverá mais uma mobilização nacional, e Imperatriz não vai ficar de fora dessa. Venha conosco mostrar para o Brasil que no Maranhão! #ForaVBL. "

14 de junho de 2013

AGORA LASCOU! VEM AÍ O BOLSA-ESTUPRO


Juventude lutando muito; indígenas emparedando o governo; trabalhadores em greve. Ventos da Turquia (rsrs). A notícia ruim fica por conta desta questão do Estatuto do Nascituro, com esta tal de bolsa-estupro. 

Quer dizer que o criminoso estupra, a vítima não pode abortar, o filho vai ser obrigado a ter o nome do "pai" no registro de nascimento e o estado vai dar uma bolsa pro fruto do estupro até ele completar 18 anos. 

Será que perguntaram para alguma mulher (gozando de plenas faculdades mentais) o que ela acha disto? 

Para ver mais informações sobre o famigerado Estatuto do Nascituro clicke aqui

13 de junho de 2013

DIREÇÃO DO SIMPROESSEMA E O DESAFIO COM O NOVO ESTATUTO DO EDUCADOR

Nos últimos dias uma manifestação de descontentamento geral por conta de diversos aspectos no que diz respeito ao Estatuto do Educador tem surgido. 

É que a categoria dos professores em sua maioria não gostou do reajuste de 4% e muito menos a retirada dos direitos fundamentais tais como a redução de carga horaria após os 50 anos. 

Na berlinda a direção do Simproeesema nas pessoas de seus dirigentes principais como Júlio Pinheiro, Carlos Hermes, André Santos, este último presidente da seção de Imperatriz. Foi visto com bastante desconfiança o fato da direção sindical defender abertamente o fim da greve mesmo com os termos do acordo sendo rejeitados pela maioria dos trabalhadores. 

Não creio que estes camaradas tenham se vendido como afirmam algumas pessoas. Até porque o projeto deles em 2014 é com Flávio Dino. O que me preocupa é a despolitização da classe sobre assunto a partir de um viés meramente maniqueísta. Fala-se muito, age-se pouco.

Luta que segue!

11 de junho de 2013

AOS 90 ANOS FALECEU JACOB GORENDER


Jacob Gorender partiu do plano newtoniano. Devo muito a ele, me ensinou muito. Homem do bem que se dedicou a semear a ciência da busca da igualdade e da fraternidade. 

Meu primeiro trabalho na graduação foi fazer um artigo cientifico. Escolhi um tema audacioso: " As motivações ideo-políticas que motivaram parte da esquerda a pegar em armas no regime militar do Brasil" . 

Me lembro que um dos livros de Gorender, intitulado "Combate nas Trevas" sobre os fatos ocorridos entre os grupos da esquerda brasileira, foi degustado, devorado por mim. Era o livro de cabeceira de um calouro metido a besta. De lá pra cá vieram mais  leituras de seus textos

Do site do Brasil de Fato

"Sua vida foi marcada por estudo, lutas políticas e uma vasta produção acadêmica. Em seus diversos livros, artigos e ensaios, Gorender apresentou ideias até então inéditas sobre o Brasil e sua formação socioeconômica". Para ler na integra clicke aqui.

10 de junho de 2013

A IDEOLOGIA COMO HOBBY E OS ESPECIALISTAS EM SOCIALISMO

Uma esquerda sem uma utopia revolucionária realizável não está apta a viajar pelos corações e mentes, por todos os continentes, apaixonando os melhores espíritos humanos, numa luta por uma sociedade superior. A esquerda socialista ainda não se achou após a experiência difícil do século XX. 

Debruçar-se sobre esta deficiência, encontrando caminhos que superem esta crise de paradigmas, é a principal tarefa teórica dos socialistas anti-capitalistas neste início de século XXI. 

Ideologia sem proposta de ruptura realizável, que não dispute hegemonia no nível de consciência do povo, é mero hobby! 

Hoje eu estou inspirado, Resolvi ler, ler, ler, ler... Cansei de esperar pela academia. Povo pedante! 

O "povo da academia" a que me refiro são os "especialistas" em socialismo. Sem a academia nada anda (acho que fui arrogante no comentário). Mas é que como sou um dos que estou na ponta da "operação política", no meio da selva, tendo que enfrentar a "explicação" para o povo do que é este danado deste socialismo, às vezes me impaciento com os que enchem a boca de autoridade para falar de marxismo, do "verdadeiro socialismo", mas que não apresentam nada que desafie concretamente os obstáculos do nosso tempo. 

9 de junho de 2013

O DESAFIO PARA A CULTURA DE IMPERATRIZ

Artistas, gestores e produtores culturais de Imperatriz se reuniram no último sábado (08), no Auditório da FAMA, para discutir e propor diretrizes para a consolidação do Sistema Municipal de Cultura de Imperatriz. 

O evento contou com 194 participantes e uma programação sistematizada com propostas elaboradas por eixos temáticos estruturados pelo Ministério da Cultura. A conferência culminou com a eleição de 9 (nove) delegados que participarão da III Conferência Estadual de Cultura do Maranhão. 

Além disso esses nove nomes comporão uma comissão especial para acompanhar a escolha dos membros do Conselho Municipal de Cultura, a serem escolhidos ainda no segundo semestre de 2013. 

Companheiros artistas, produtores e pesquisadores, vamos ficar atentos e vigilantes para "amarrarmos" bem essa etapa e com isso garantir nosso pleito nesta luta que ora se inicia: o fomento e o acesso aos bens e tecnologias para a produção cultural.

7 de junho de 2013

ENTENDA PORQUE NÃO DEVEMOS EMANCIPAR O POVOADO LAGOA VERDE

Foto: Pinheiro

O vereador Richard Silva (DEM) defendeu nessa quinta-feira (6) a emancipação política-administrativa do povoado Lagoa Verde, no município de Imperatriz. Sem noção isso! Lagoa Verde é praticamente área metropolitana da cidade. 

Se fosse pelo menos um "Distrito" nem assim se justificaria a tal "emacipação" pois se o distrito ou povoado que quer virar município tem força política, mas reclama que não tem atenção da Prefeitura do município sede, porque então não se organizam e exigem democratização na execução de obras, no orçamento, nas decisões??? 

Ou será que não tem interesse na democratização, mas tão somente na repartição do poder entre poucos? Em regra, isto vai virar mais um espaço de partilha de poder e recursos para elites e burocratas de plantão. 

#DemocraciaSeFazPrimeiroNaSociedadeCivil

6 de junho de 2013

INSCRIÇÕES ON LINE PARA A CONFERÊNCIA DE CULTURA EM IMPERATRIZ



Para fazer a inscrição on line clike aqui e preencha o formulário. A cidade de Imperatriz vai sediar evento preparatório para a 3ª Conferência Nacional de Cultura. A etapa municipal será no dia 8 de junho, na Faculdade Athenas Maranhense (FAMA). Na oportunidade serão discutidas propostas para o setor cultural e eleitos delegados para a Conferência Estadual. 

Podem participar da Conferência de Cultura: artistas, agentes e produtores, grupos e entidades culturais, professores e estudantes, representações de movimentos relacionados à promoção da cultura, da paz, da juventude, do meio ambiente, do turismo, do desenvolvimento social, comunidades indígenas e quilombolas, bem como pessoas interessadas em contribuir com o processo de formulação e debate de políticas culturais. Todos os inscritos terão direito a voz e voto. 

 Os inscritos serão distribuídos, conforme sua opção de inscrição, em quatro grupos de trabalhos, cada grupo referente a um eixo temático proposto pela Conferência Nacional. Entre eles estão, a Implementação do sistema nacional de cultura; Produção simbólica e diversidade cultural; Cidadania e direitos culturais e; Cultura e desenvolvimento. 

Fonte: Samuel Sousa

4 de junho de 2013

KEYNES E A SUPOSTA "CURA GAY"



Lendo ontem uma pequena biografia de Keynes, uma das mentes mais brilhantes do século XX, relembrei do detalhe insignificante de sua homossexualidade e das conversas agora no século XXI sobre "Cura Gay". A proposta em si desta "cura" já é patética, mas quando pensamos em alguém ousando "curar" Keynes a coisa se eleva a uma dimensão inimaginável. 

Filho de intelectuais britanicos, o economista e empresário John Maynard Keynes, nasceu em 5 de junho de 1883 na cidade de Cambridge, Inglaterra. A partir de 1916, época da I Guerra Mundial, exerceu diversos cargos no Tesouro Britânico. Em 1919, foi encarregado de chefiar a delegação britânica na Conferencia de Paz, em Paris. Descontente diante das condições econômicas impostas à Alemanha nessa ocasião, pediu demissão do cargo. 

Sua obra mais importante, “Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda”, foi publicada em 1936. Nesse livro, Keynes aponta para o caráter intrinsecamente instável do sistema capitalista (SILVA in KEYNES, 1985), esclarecendo que a “mão invisível” do mercado não resulta no que pregam os economistas mais ortodoxos, no equilíbrio entre o bem-estar global e os agentes econômicos. (SILVA in KEYNES, 1985). 

A teoria de John Maynard Keynes, que se baseia na intervenção do Estado foi colocada em prática após o fim da II Guerra Mundial, como uma opção para a recuperação dos países devastados pela guerra. Essa corrente é conhecida como Welfare State, Estado de Bem-Estar Social, ou ainda como Keinesianismo. 

"Cura Gay" 

A proposta, de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO), pede a extinção de dois artigos da resolução do Conselho Federal de Psicologia. Um deles impede a atuação dos profissionais para tratar homossexuais e qualquer ação coercitiva em favor de orientações não solicitadas pelo paciente. A outra resolução determina que psicólogos não se pronunciem de modo a reforçar preconceitos em relação a homossexuais. 

Na prática, se esses dois artigos forem retirados, psicólogos estariam liberados para atuar em busca da suposta "cura gay". O presidente da Comissão de Direitos Humanos, deputado Marco Feliciano (PSC-SP), anunciou que voltará a pautar o projeto depois que se passarem duas sessões plenárias da Câmara, conforme determina o regimento interno da Casa. Ele é um dos mais empolgados com a proposta. 

No entanto vários deputados do grupo [dentre eles o Dep. Jean Wyllys do PSOl] que faz oposição à gestão de Feliciano criaram a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos. E realizaram, nesta tarde, 04, uma votação simbólica da proposta da "cura gay". Além dos parlamentares, especialistas no assunto, representantes da sociedade civil foram convidados a participar do encontro. 

Keynes e Michel Foucault, dois dos maiores intelectuais do século XX eram gays. Alguns dos maiores imbecis no poder são héteros, é isso? 

Penso na verdade ser muito difícil hétero perder tempo perseguindo gays. Os enrustidos ou aqueles que sequer tem noção do que é aquela estranha atração esporádica que sentem pelo mesmo sexo - é que aumentam o seu ódio ao verem um homossexual assumido. Fim de papo.

3 de junho de 2013

TURMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA REALIZA SEMINÁRIO SOBRE TRABALHO E MOVIMENTOS SOCIAIS NA AMAZÔNIA

José Luis da Costa é o da esquerda
 
A segunda turma da Pós Graduação em História e Cotidiano, da Uema de Imperatriz, realizará entre os dias 05, 06 e 07 de Junho o I Seminário sobre Trabalho e Movimentos Sociais na Amazônia Oriental. 

Segundo o folder do evento um dos objetivos é "envolver os acadêmicos dos cursos de graduação e pós, no debate sobre questões regionais da Amazônia". 

As inscrições já podem ser feitas no Departamento de História e Geografia da Uema, durante a manhã e na parte da noite [falar com Renata ou Prof Margarida] ao custo de R$ 10,00. O certificado terá carga horária de 30 horas. 

Como aluno da pós gradução gostaria de convidar os leitores do blogue a participarem de uma oficina que estarei coordenando das 10:00 as 12:00 da manhã, dias 06 e 07, intitulada "Historia das Politicas Públicas no desenvolvimento local." Na ocasião iremos expor e aprofundar a origem, o conceito e o papel das Politicas Públicas no mundo, em especial na região tocantina que possui como polo a cidade de Imperatriz no Estado do Maranhão. 

Tratando de modo inter-disciplinar e utilizando autores como Marx, Engels, Mezzaros, Zizek e Netto, discutiremos o modelo desenvolvimentista e as relações entre Estado e sociedade civil, seus interesses e o modus operanti de projetos tais como PGC {Grande Carajás}, Hidrelétrica de Estreito e Suzano Papel e Celulose, além do esgotamento do modelo econômico e cultural proposto como marco civilizatório em torno do modo de produção capitalista.

A programação promete empolgar visto que teremos além de palestras e oficinas, o lançamento do livro do jornalista José Luís da Costa, intitulado "Terra de bravura e utopia: Vila Conceição - o primeiro assentamento da região tocantina".  

Não percam !

TRECHO DO LIVRO 'O ESTREITO DESENVOLVIMENTO'

Bom dia meu povo. Público agora um pequeno trecho do meu livro em fase de acabamento, intitulado " O Estreito Desenvolvimento: História dos Conflitos Socioambientais da barragem" 

"Neste caso das construções de barragens há um enorme déficit de diálogo e de ações que contemplem a todos. Por ora apenas os interesses de grupos privados e empreendedores vêm logrando êxito em cima de destruição ambiental e maquiamento dos problemas sociais, de moradia, e de acesso a tecnologias que permitam a inclusão dos menos favorecidos nas cadeias produtivas. 

O capitalismo com todas as suas expressões culturais, econômicas e sociais, entra agora em uma crise que de forma alguma é apenas cíclica, mas, sistema. O modelo que trouxe civilização com métodos bárbaros, graças a forma-mercadoria, fora o principio mediador de toda a sociedade ocidental nos últimos dois séculos e finalmente parece que encontrou seu derradeiro limite. 

Se observamos as mudanças climáticas no mundo, as taxas de emissão de gases tóxicos, o avanço do desmatamento na Amazônia, perceberemos facilmente que o mundo mudou muito e já não é mais o mesmo de nossos pais e avôs. Isso por si só já estabelece um drama para a humanidade que é real e imediato, porém, contraditoriamente vemos que todas as discussões, apontamentos e preocupações com a questão estão, por ora, no plano, do discurso."
Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial