22 de dezembro de 2016

Sentiremos saudades de 2016


Não existe nada de todo ruim que ainda não possa piorar. O passado, pelo visto, tinha mais futuro. 2016 vai deixar saudades. 

Não caro leitor, não sou fatalista/pessimista/ derrotista, mas tento observar atentamente o cenário que se desenhou o contexto político em que vivemos. Ao que tudo indica mais lutas ainda virão por aí. Claro, isso faz parte da historia e a história não para. 

Não podemos agigantar os problemas e muito menos apequena-los demais. Como diria Aristóteles “a virtude está no equilíbrio”. E só temo aquilo que não conheço, o resto a gente enfrenta ou como diria o ditado “Deus te dá o frio conforme o cobertor.” 

Enquanto escrevo este texto, o governo ilegítimo que atualmente governa o país opera cirurgicamente para retirar direitos conquistados pelos trabalhadores a duras penas. E foram/são muitos os ataques: PEC 55, reforma da educação, cortes e arrochos em programas essências a população mais carente. 

Sobre Aleppo? Muita manipulação midiática. Mas dá para perceber que se Assad é ruim o Estado Islâmico consegue ser pior. Dá pra perceber também que potências ocidentais (EUA) jogaram para enfraquecer Assad e que Putin (Rússia) fez o inverso. Em Aleppo temos que apostar naquilo que está mais afastado da barbárie. 

No Maranhão a situação é sui generis, pra variar. Não sei quem disse por aí que o estado em tempos de crescimento econômico do Brasil na era Lula, andou igual caranguejo. Agora em tempos de crise, segue de forma republicana ampliando o acesso dos bens e aparelhos democraticamente. Tudo depende de quem governa mesmo. O grupo que esteve à frente do Maranhão durante os últimos 50 anos sugou o quanto pode. 

Flavio Dino não poderia ter pego o Estado em tempos piores. Ou melhores. Tudo é uma questão de perspectiva. Diz que é na crise que criamos as boas oportunidades. Os estados brasileiros têm sofrido na mão de Temer &Cia, que não os pouparam em medidas de austeridade (nome bonito pra escamotear as manobras). 

Ainda sobre o Maranhão, fico me perguntando a quem interessa macular uma gestão que corajosamente é a favor da taxação dos mais ricos e das grandes fortunas, que tem se colocado como potencializadora do ensino superior no Estado. Que tem se colocado pronta ao dialogo com os setores populares. 

A gangue que se instalou no governo federal tem o sinal contrário de tudo que é feito aqui no Maranhão. 

Das frases caríssimas de “House of Cards”, o presidente da Rússia Petrov: “A revolução caminha lentamente. E eu não subestimo seus passos.” 

 Leia mais em 

http://www.correiopopularitz.com.br/coluna/opiniao/99#biF6AJBUPYfyOYJS.99

13 de dezembro de 2016

Infraestrutura: Clayton Noleto faz balanço das ações do Governo


Em entrevista à Rádio Timbira nesta segunda-feira, o Secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, fez um balanço dos quase dois anos em que está à frente da Sinfra. O secretário lembrou que são duzentas obras civis (como prédios, quadras, ginásios e praças) iniciadas na gestão do governador Flávio Dino, além das intervenções em rodovias, ruas e avenidas já concluídas ou em andamento em todas as regiões do Estado. 

Só entre as obras civis, 137 já foram concluídas e entregues, com o investimento de R$ 281 milhões. Uma das mais recentes é a reforma do Convento das Mercês, construção histórica no bairro do Desterro, em São Luís. Também na capital, a construção da Praça da Lagoa trouxe um grande impacto positivo para a qualidade de vida da população no entorno e mesmo de outros bairros. Na área da Lagoa, a Sinfra também concluiu este mês a construção da praça Frei Antônio e está reformando a Concha Acústica. 

Clayton Noleto destacou ainda ações de revitalização do patrimônio histórico, como as praças da Faustina, Nauro Machado e Valdelino Cécio, no bairro da Praia Grande, e a reforma e restauração do Forte Santo Antônio, na Ponta d’Areia, além do grande investimento na requalificação das escolas da rede estadual, por meio das reformas e reconstruções já realizadas em 64 colégios, e do programa Escola Digna, que está substituindo as precárias escolas de taipa nos municípios do interior do Estado e tem como meta chegar a 300 novas escolas, sendo 80 delas com previsão de entrega até março de 2017. 

O secretário lembrou também que o Maranhão é um dos poucos estados com tantos investimentos mesmo no momento de crise que o país atravessa. “É um esforço gigantesco do Governo Flávio Dino, fruto de muito planejamento, que permite fazer os investimentos necessários. Além disso, a aplicação correta dos recursos públicos garante que o Estado possa executar essa quantidade de obras”, explicou Noleto. 

Mais Asfalto

Durante as duas horas de conversa com o radialista Gilberto Lima, no programa Comando da Manhã, Clayton Noleto destacou as ações do governo na área de infraestrutura e também respondeu perguntas de ouvintes da Rádio Timbira. Uma delas foi a do ouvinte Severino Barros, que perguntou sobre as intervenções previstas para a rodovia MA-014, na Baixada Maranhense. 
O secretário explicou que há trechos da estrada passando por serviços de manutenção e também de recuperação e anunciou em primeira mão que nos próximos dias será feita a licitação para o recapeamento completo de outros dois trechos rodoviários na região: de Vitória do Mearim ao povoado Três Marias e de Cujupe a Governador Nunes Freire. 

Clayton Noleto falou também sobre um dos destaques do Governo na infraestrutura que é o programa Mais Asfalto.“Mesmo com a pavimentação de ruas e avenidas não sendo responsabilidade do governo e sim das prefeituras municipais, o governador resolveu criar esse programa desde o início do mandato e hoje já chegamos a mais de 120 municípios, com mais de 900 quilômetros de vias beneficiadas, melhorando a qualidade de vida da população e a urbanização das cidades. É um programa muito exitoso, vai continuar em 2017 e a prioridade serão os municípios onde os serviços ainda não foram feitos”, afirmou Clayton Noleto. 

Entre as rodovias, uma das principais áreas de atuação da Sinfra, foram 5 estradas novas ou recuperadas entregues em 2015, e outras 21 ações de construção ou recuperação de rodovias estaduais este ano. Já estão prontas as rodovias MA-329, entre Itaipava do Grajaú e o entroncamento com a BR-226, com 70 km; e a MA-123, entre Coelho Neto e Afonso Cunha, com 42 km. 

Este ano foram concluídas as rodovias: MA-386, a Estrada do Arroz, em Imperatriz; MA-334, entre Riachão e Feira Nova; MA-138, de São Pedro dos Crentes a Fortaleza dos Nogueiras e a MA-322, entre Altamira do Maranhão e Brejo de Areia. Em São Luís, intervenções em andamento na MA-201 e em ruas do bairro da Forquilha vão acabar com os congestionamentos e alagamentos na área com as obras de drenagem, pavimentação e modificações no trânsito. 

O Governo do Estado, por meio da Sinfra, também vai facilitar a interligação entre municípios da Baixada Maranhense e encurtar a distância rodoviária entre São Luís e Belém com a ponte sobre o Rio Pericumã, que está em construção entre os municípios de Central do Maranhão e Bequimão. “Nós encontramos a malha rodoviária do Maranhão deficiente, depois de décadas em que os problemas não foram enfrentados de maneira correta. E vamos continuar trabalhando com firmeza e seriedade, para que as coisas continuem dando certo e continuemos tendo bons resultados”, finalizou o Secretário.

7 de dezembro de 2016

Vereador Prof. Adonilson solicita WiFi gratuito em bairros de Imperatriz


O vereador Prof. Adonilson (PCdoB) solicitou WiFi gratuito em bairros de Imperatriz durante a sessão desta terça-feira (6). O projeto, aprovado, será encaminhado ao governador Flávio Dino e ao secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, e visa, inicialmente, atingir os bairros Bacuri, Centro, Vila Nova e Vila Lobão. 

 Ao defender a pauta, Prof. Adonilson lembrou que o projeto, denominado “Cidadania Digital”, é uma iniciativa do Governo do Estado já implementada na capital São Luís. De acordo com o parlamentar, a medida vai ajudar os moradores desses locais a terem maior acesso ao mundo digital.

 “O projeto “Cidadania Digital” é uma experiência do governador Flávio Dino na capital São Luís que é avaliada como positiva pelos moradores. Inicialmente, pedimos para esses bairros, mas a ideia é que o projeto seja ampliado, alcançando, assim, demais pontos da cidade” frisou Prof. Adonilson. 

Praça Ezaias Pereira Sousa 

 Ainda foi aprovada durante a sessão de hoje um Projeto de Lei, também de autoria do vereador Prof. Adonilson, que denomina a Praça da Juventude (antigo Centro Esportivo Barjonas Lobão), localizada no bairro Nova Imperatriz, como Praça Ezaias Pereira Sousa. 

 “Professor Ezaias (1953-2013) morou 34 anos na cidade e é considerado filho de Imperatriz. Destacou-se pelo incentivo ao esporte e foi treinador de várias gerações de atletas de nossa cidade, tendo sido campeão em diversas modalidades e campeonatos, sendo as mais significativas no handebol e no basquetebol” justificou Prof. Adonilson. 

 Na tribuna, Prof. Adonilson criticou o encerramento das atividades do Restaurante Popular, que gera prejuízo a mais de 600 pessoas que dependem do restaurante e convidou os parlamentares a acompanhar a agenda do governador Flávio Dino, que estará nesta quarta-feira (7) em Imperatriz e região para inaugurar obras e assinar ordens de serviços, como a iluminação completa da avenida Pedro Neiva de Santana.

30 de novembro de 2016

Vereador Prof. Adonilson solicita Restaurante Universitário para a UEMASUL


A câmara de vereadores aprovou, por unanimidade, a indicação encaminhada pelo vereador Prof. Adonilson (PCdoB) para a construção de um Restaurante Universitário (R.U) na Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL). O pedido será encaminhado ao governador Flávio Dino, ao secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, e aos representantes da Comissão de Transição da UEMASUL. 

Atualmente, Imperatriz conta com duas universidades públicas, quatro particulares além cursos à distância. Por ser referência universitária, vários estudantes da região se deslocam para a cidade em busca de um futuro profissional. Destacando as dificuldades desses alunos, Prof. Adonilson defendeu a importância do restaurante. 

“Fui aluno da UFMA de São Luís por nove anos e necessitei do Restaurante Universitário para fazer as principais refeições diárias. Em Imperatriz, alunos de outras cidades estão em busca de um futuro profissional e o Restaurante Universitário garante um maior vínculo entre universidade e aluno, evitando que eles desistam de seus sonhos por falta de condições financeiras” manifestou Prof. Adonilson. A indicação foi parabenizada pelos vereadores. 

Para Rosana Frazão, 30, formada em Serviço Social, a construção de um Restaurante Universitário vai ajudar no orçamento dos formandos e evitar gastos que podem ser investidos em outras necessidades durante a formação acadêmica. 

“Além de importante, é necessário essa construção porque facilitará no orçamento socioeconômico dos acadêmicos, pois com a criação do Restaurante Universitário se evitarão gastos que hoje são causados pela falta de um restaurante universitário” ressaltou.

UEMASUL 

O campus da UEMASUL de Imperatriz conta com dois mil alunos, 106 professores efetivos, 59 contratados e mais de 100 bolsas de pesquisa, extensão, bolsa de apoio técnico à pesquisa voltado a professores especialistas, bolsa trabalho e de estágio. A construção do Restaurante Universitário vai beneficiar alunos, professores e servidores da UEMASUL e da comunidade em geral.

20 de novembro de 2016

NANDO CRUZ APRESENTARÁ NO SALIMP, DIA 03, O SHOW "DEJA VU"


Em breve mais detalhes e a entrevista com o músico !

18 de novembro de 2016

CAPITÃO FÁBIO SERÁ PROMOVIDO A MAJOR


A pedido da nossa amiga e companheira Enfermeira Sandra, gostaria de registrar aqui a promoção alcançada pelo Capitão Fábio que agora alça ao posto de Major.

Major Fábio, receba nossos parabéns. As promoções são parte da política de valorização proposta pelo governo estadual com o intuito de melhorar a vida dos nossos policiais militares.