Adalberto Franklin: "Eu não vou me calar enquanto não pagarem essa dívida com o Fundo Municipal de Cultural de Imperatriz. É um golpe ao movimento cultural!"


"Eu não vou me calar enquanto não pagarem essa dívida com o Fundo Municipal de Cultural de Imperatriz. É um golpe ao movimento cultural!" 

Essa foi uma das últimas frases que ouvi do combatente historiador e vice-presidente do Conselho de Cultura de Imperatriz Adalberto Franklin dias antes do AVC fulminante que o levou para outra dimensão. 

Fica o legado de um grande homem responsável pelo registro histórico, econômico e cultural de Imperatriz e região. Fica a certeza de nossa efemeridade, aqui na terra, e o desejo de fazer o que é necessário e possível, com amor e dedicação, a cada despertar. 

Fica o respeito e admiração a um homem, com quem pouco convivi, que me ensinou muito sobre integridade e compromisso com a vida em toda a sua plenitude. 

Ficamos e Ele vai para outra dimensão onde nos encontraremos em breve. 

"Gostaria de dizer para você que viva como quem sabe que vai morrer um dia, e que morra como quem soube viver direito." Chico Xavier.

Por Lilia Diniz, atriz, poetisa e Membro da Academia de Letras de Imperatriz

(Entenda o descaso com o Fundo Municipal clickando aqui)

Comentários