Madeira:"Prefeito Assis não deu conta de cuidar da cidade, por isso Imperatriz está no caos"


Em entrevista de hoje ao meio dia , Sebastião Madeira, foi enfático ao responsabilizar o atual prefeito de Imperatriz Assis Ramos pelo atual caos na cidade.

Dentro muitas falas contundentes, Madeira afirmou que nesses oito anos em que trabalhou para a cidade, não culpou a gestão anterior pele problemas e que assumiu os problemas"

"Prefeito Assis tem medo de processo, tem medo de tomar decisão, não dar conta de governar Imperatriz" , disse.  

"O senhor não deu conta de cuidar da cidade, nesses dois meses sua administração não deu conta de cuidar da cidade, não é falta de dinheiro".

"Sua equipe esta assombrando os funcionários públicos, desse jeito o senhor vai desmontar o funcionalismo publico de Imperatriz" (...) "Esqueça que o senhor é delegado de polícia".

"Imperatriz não é uma grande delegacia. É uma cidade de gente trabalhadora"

Madeira, Sebastião

  

Comentários

Assim como o Brasil TODO está em CAOS:


O PRIMORDIAL:

A educação (e a ARTE), como desejava Cristovam Buarque ainda no ínicio desse século com um projeto fabuloso, abortado pelo populista Lula em seu 1º governo, tinha que ter sido PRIORIDADE. Não foi. Eis aí o PeTê.

Sim, é hora de se livrar dos trastes. Mas também dos TRASTES DE suposta ESQUERDA.


E quanto as questões políticas atuais no Brasil, discutidas, só sei que o primordial é o seguinte:

o LULOPETRALHISMO (muitas vezes “esquecido” de crítica dos blogs…):

Lula é um perigo para a volta à normalidade, Lula é o atraso e o prejuízo. Retrógrado, nivelando tudo por baixo. Um homem mentiroso VIGARISTA, PeTralha e Picareta.

Lula é incompetente, e foi incompetente quando apostou naquela mulher ignorante em ECONOMIA cujo nome é Dilma Rousseff.


O PT tem orgulho de se dizer de esquerda (sentindo com essa identificação pessoal uma vaidade de se "acharem"). Mas PT é pseudo-esquerda, certamente. Hipocrisia publicitária e pura propaganda.

O PT (sobretudo o Lulismo) já está fazendo Campanha (infiltrado nos blocos de Carnaval, disfarçado).