OS LIMITES DA POLÍTICA ATUAL E O GOVERNO DINO


Há cerca de quase dez anos me lembro de estar comemorando em um trio elétrico pelas ruas da cidade de Imperatriz a vitória de Jackson Lago ao Governo do Estado.

Cerca de hum ano depois estavamos nas ruas, com os professores, sofrendo a famigerada "Lei do Cão", dado a cabo pela equipe de governo do velhinho e imposta goela abaixo no funcionalismo público.

E a experiência com Jomar Fernandes e o PT na Prefeitura de Imperatriz? Que teve seus autos e baixos e pecou lamentavelmente ao atrasar o salário dos professores?

O que podemos concluir da História é o que ela nos relega em termos práticos. O desafio para os setores mais progressistas da nossa sociedade pelo visto não está sendo fazer as melhorias, mas sim evitar tragédias.

O que não interfere na forma com que a direita vem governando país a fora é justamente essas "ratadas" tão evidentes. 

De resto a classe política parece se jubilar em manter um sistema caquétipo e excludente, que não diáloga com o seu povo. Quando a esquerda chega ao poder acaba passando por um processo de cooptação e amargamente vemos os melhores quadros reféns da lógica eleitoral. 

Flavio Dino terá desafios e tanto. A batalha ainda só começou findo a aprovação nas urnas. Precisa se atentar aos ultimos dias do Governo Roseana e montar uma equipe de governo que não queira re-inventar a roda, mas sim que aprofunde os problemas do Maranhão no sentido republicano e democrático nas soluções.

Novas formas de fazer política precisam surgir com mais força. Com formas mais arejadas. Mudanças reais jamais ocorrerão dentro dos limites do sistema capitalista.

Ponto final.

Comentários