19 de junho de 2017

O discurso político da oposição precisa se qualificar


Falta aos atores políticos da oposição ao atual governo do estado, uma análise mais rigorosa dentro de uma lógica que situe um foco emanador de poder que tenha qualificação para contrapor o projeto Flávio Dino 2018. 

Os oposicionistas à direita reverberam apenas um discurso falacioso de quem já está esteve na frente e nada fez. Para sobreviver coadunam-se com o que existe de mais fisiológico e degenerado na politica que em boa parte orbitam os quadros do PMDB. 

Os nomes postos ao debate não se entendem. Falta-lhes projeto em alguns casos, em outros, falta-lhes vergonha mesmo. Terão de que novo recorrer a setores obscurantistas da sociedade, que guardam dentro de si o que existe de mais atrasado em se tratado de politicas publicas. 

 A boa política desta vez parece estar em apenas um dos lados. 

Se continuar assim dividida e sem uma linha de pensamento uníssona a oposição seguirá no próximo pleito a sina de ocupar um espaço inferior ao que tem atualmente. Muitos dos que por lá levantam a voz contra este projeto de governo de Flavio Dino (cujo o foco é desenvolvimento das forças produtivas pautado pelo nacional-desenvolvimentismo) não fazem a critica contra os perversos desdobramentos da atual conjuntura política. 

Por que estes atores não se revoltam por exemplo contra a reforma da previdência votada no Congresso e é prova irrefutável de que as elites deste país querem que o povo se dane? 

Em tempo: Cadê a grande onda Conservadora Global? Não há. Extrema direita apanhando em todo canto. Próxima parada, Brasil. 

Como diria Raul Seixas: Falta cultura pra cuspir na estrutura !
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

1 comentários:

Luz13 disse...

Gostei do Blog. Vejam esse vídeo e reflita independente de sua religião, filosofia, partido político…,o que Aline fala. https://www.youtube.com/watch?v=TIz7I6ANotY