FALTA HUM MÊS PARA AS ELEIÇÕES E AS MINHAS IMPRESSÕES ATÉ AQUI


Faltando exatos hum mês para as eleições 2014 é hora de colocar o bloco na rua.

Mesmo estando a frente na pesquisa os militantes do PcdoB não parecem muito conformados com o atual quadro. Nesta quarta ultima reuniram-se no comitê em Imperatriz para definir novas estratégias. O lema é botar o material de campanha pro limpo.

E isso não é torcida de futebol, é uma percepção do que sinto por onde passo. Flavio Dino deu uma encorpada na presença de seus defensores nas ruas e redes sociais. Lobinho segue a mesma tendência, óbvio só que com bem menos impacto que Dino.

Me parece também que Lobinho está sofrendo os efeitos de uma espécie de refluxo por conta de sua entrada de ultima hora no pleito eleitoral. Porém avalio que se existe alguém que não tem nada a perder, este alguém chama-se Lobão Filho. De mero coadjuvante no cenário político graças a influência paterna Lobinho agora testa seu nome de forma objetiva nas eleições. E ainda terá mais quatro anos como senador. 

Pedrosa, o candidato do PSOL ao governo, teve, mais uma vez, um excelente desempenho no debate com os demais candidatos, diferenciando-se de ambos e mostrando as contradições e incoerências, além de colocar muito claramente as proposições do PSOL. Como o candidato do PSOL tem foco, que é um balanço crítico do governo estadual - o que justifica nossa postulação -, é natural que em dado momento as críticas de quem se coloca também em oposição ao governo acabe também convergindo.

É a pesquisa do meu contato físico com o mundo.

Comentários