Polêmica: Prefeitura muda rota do carnaval para agradar hum só morador


Mal inicio-se a primeira folia de momo sob a batuta da nova administração de Imperatriz e algumas polêmicas já apareceram.

Depois da confirmação de Zeca Baleiro no cast carnavalesco ( a meu ver muito acertada), o jornalista Coló Filho do jornal O Progresso, por meio de rede social denuncia que a mudança de rota do Carnaval em Imperatriz foi feita para agradar apenas hum morador. Leia abaixo: 

"Não é especulação. O presidente da fundação cultural, Chiquinho França, me disse que o carnaval começa na praça da cultura e termina na praça Mané Garrincha. O contrário dos outros anos. Tudo bem. Só que eu, depois de 40 anos participando do carnaval, neste ano não vou. Na praça da cultura, vc iria sem medo, levando a família sabendo da segurança que iria ter. Pois bem. O prefeito Assis Ramos e o presidente da FCI cederam a um (1) morador área da praça e mudou o local do carnaval. Tudo bem. Só que eu não vou participar. Sei que minha ausência nada influenciara, mas peço aos carnavalescos de Imperatriz que também não compareçam. Vamos deixar o carnaval apenas com a FCI e o dono da área da praça da cultura."

Se de fato a mudança de rota acontecer deverá ser um desserviço aos foliões imperatrizenses que todo ano brincam o carnaval de rua. Consta que o morador seria evangélico e amigo pessoal do vice-prefeito, o Apóstolo Alex. Se for ou não verdade, creio que não é nada democrático atender as reivindicações unica e exclusivamente de uma pessoa. 

Se isso vai atrapalhar ? Claro, a tradicional Praça da Cultura é do povo e não apenas de hum morador. 


Comentários