A POLÊMICA DO TÁXI LOTAÇÃO


A polêmica em torno da viabilização do serviço de táxi-lotação chegou a câmara de vereadores. Centenas de pais de família lotaram a plenária do parlamento mirim para reivindicar o direito de explorar o serviço.

Do outro lado a empresa responsável pelos transporte coletivo junto com os taxistas profissionais/tradicionais da cidade torciam para que o veto do prefeito ao projeto fosse mantido.

O meu bom, velho e infalível Marx, que me fornece um método de análise do desenvolvimento do processo civilizatório a partir da compreensão da evolução da economia política, me ensina que os taxistas/empresa de ônibus  que hoje se debatem contra o serviço agem da mesma forma que os rebelados ingleses - liderados pelo General Ludda, denominados movimento luddista -, lutaram contra os efeitos da revolução industrial.

Querer impedir a liberdade de criação e seu uso para facilitar a vida das pessoas é um ato anti-histórico. É quase como querer impedir a chegada da primavera. Ela virá. Será impossível conter a demanda reprimida. 

As novas formas de criatividade repletas do signo da necessidade não serão contidas pelo péssimo  serviço que a empresa de ônibus e os  tradicionais taxistas oferecem. O serviço será utilizado pelo seu valor de uso, ou por quem valoriza este serviço por peculiaridades objetivas (ensinamento do economista clássico David Ricardo).

Quem oferecer melhor preço e qualidade leva o cliente. De nossa parte defenderemos sempre o socialismo com a liberdade !

Comentários