CAMPUS DA NOVA UNIVERSIDADE DA REGIÃO TOCANTINA


O sonho de uma Universidade autônoma da Região Tocantina  está mais perto. Ontem em uma reunião com professores, o vereador Carlos Hermes e membros do Sindicato Rural de Imperatriz, além do deputado eleito Deoclides Macedo, foi feita a doação de cerca de 5 hectares de uma área próxima ao parque de exposições para a construção do novo campi universitário. Esta doação deve-se somar a outra que possui mais 5 hectares já doados.

Há construção desta nova universidade irá em muito contribuir para o desenvolvimento da região que possui uma agenda própria no que diz respeito a varias questões. Os impactos sócio-ambientais dos grandes projetos, do saneamento, os produtores do terceiro setor nos municípios, quer seja pela siderurgia ou pela indústria da celulose, da agricultura de escala, enfim, todos poderiam utilizar da estrutura da Universidade, no sentido mais amplo que este termo possa ser entendido. 

Além disso o setor educacional no nível superior ganharia mais celeridade já que não dependeria de uma administração fora da região, diminuindo assim a burocracia estatal e de acesso ao ensino superior. 

Infelizmente UEMA e UFMA não podem ter essa AUTONOMIA devido a sua própria dinâmica interna, que possui seu maior contingente de mestres e doutores em São Luis, além de centralizar financeiramente os recursos na capital. 

A proposta de criação de uma UNIVERSIDADE do Sul do Maranhão deverá ser, portanto, pautada para e pela sociedade, através dos setores dos trabalhadores, dos empresários, estudantes, enfim, todo setor produtivo, envolverá a totalidade dos cidadãos e cidadãs do campo e da cidade, que acreditam no potencial de Imperatriz e Região Tocantina.

Comentários