27 de maio de 2011

Caso Unitec: Elson Araújo responde ao bloguer

O caso Unitec amplamente divulgado pelos blogs da cidade, acaba de ser desmentido pelo secretário de comunicação Elson Araújo. Segundo consta a empresa estaria dentro da “legalidade”, já que o serviço é emergencial, o que o isentaria de fazer imediatamente processo de licitátorio.

Segundo Elson o mesmo serviço que era feito pela antiga empresa a GDI, de propriedade do Dep. Antonio Pereira, hoje é realizada com maior qualidade pela Unitec, o que gerou uma economia mensal de 60 mil reais. Segundo consta Elson em 30 dias será lançado o edital de licitação.

“A empresa Unitec foi contratada temporariamente, amparada pela lei 8.666, para prestar esse serviço de radiologia até que seja feita a licitação e não há nada de ilegal na contratação, ele é apenas um prestador de serviço, além da mão de obra ele (Unitec), entra com os insumos para o funcionamento dos equipamentos, o contrato é temporário. Em 30 dias será lançado o edital de licitação”. Afirmou Elson Araújo a este blogueiro.

Gestão Tucana

Sou um ferrenho crítico do modo tucano de governar, bem como das posições políticas do atual prefeito. Não pactuo com este projeto conservador, anti-popular, pífio e sem compromisso com os problemas da população em Imperatriz.

Onde estão às mudanças prometidas na parte de infra-estrutura e meio ambiente, por exemplo? Só pra falar de um caso: a regularização fundiária dos nossos bairros permanece esquecida e sem organização. Aos sem teto nada, não se tem projeto, aos que conseguiram sua casa fica a impossibilidade de obter a regularização em cartório. Faltam políticas públicas na área de Cultura e Educação, etc.

O sentimento que experimento ao avistar de longe o Bairro da Caema esparramada pelo leito do Rio Tocantins é idêntico ao que sinto quando olho nos filmes e documentários o bantustão de Soweto, o gueto negro formado a pulso pelo regime racista do apartheid na África do Sul a partir dos anos 50, no sudoeste de Joanesburgo.

Tanto aqui como lá, a estratificação social é clara. Isso chega a dar medo. A falta de projetos para garantir mobilidade social, quer seja na área de cultura, quer seja na área de educação me assusta e me causa asco cada vez que vejo os porta-vozes politicos dos ricos na têve, dizendo que vai tudo muito bem.

Finalizando o desabafo: A crise no sistema de saúde pública mereceria no mínimo uma intervenção federal por aqui, e isto vai muito mais além da futrica política que se queiram ver nisso.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

5 comentários:

Rui Porão disse...

Companheiro, o meu AMIGO ELSON ARAUJO, faltou com a verdade, como pode ele dizer falar em economia? A empresa GDI recebia pela LOCAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS DE IMAGEM. A empresa UNITEC recebe quase o mesmo valor somente pela ADMINISTRAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS, uma vez que esses equipamentos hoje é do municipio, foi comprado através de uma emenda parlamentar do Deputado Davizinho. ISSO É ALTAMENTE IMORAL

WikiLeaks ITZ disse...

Companheiro Carlos Leen,

Mesmo que haja emergência, não pode haver prorrogação de contrato. Olhe o que diz a Lei na qual eles justificam a dispensa:

Art. 24, IV da Lei nº 8.666/93 Nos casos de emergência ou de calamidade pública, quando caracterizada urgência de atendimento de situação que possa ocasionar prejuízo ou comprometer a segurança de pessoas, obras, serviços, equipamentos e outros bens, públicos ou particulares, e somente para os bens necessários ao atendimento da situação emergencial ou calamitosa e para as parcelas de obras e serviços que possam ser concluídas no prazo máximo de 180 (cento e oitenta) dias consecutivos e ininterruptos, contados da ocorrência da emergência ou calamidade, vedada a prorrogação dos respectivos contrato.

Carlos Leen Santiago disse...

Rui Porão e Wikileaks Itz:

Grato pelas informações, acho que Madeira e cia ainda tem muito o que explicar

Regina Célia disse...

Ao ler o texto do secretário de comunicação da prefeitura lembrei do clássico Miguel de Cervantes em "D. Quixote" quando este fala de uma c erta "razão da sem-razão que à minha razão se faz, de tal maneira a minha razão enfraquece que com razão me queixo..."

Antonio Silva disse...

Falar em explicações, é sempre bom lembrar que a nossa gente não é incapaz de refletir; há muitos com habilidades racionais capazes de identificar nas entrelinhas a verdade sobre o que o texto se propõe esclarecer; Outro fato interessante é que pra muitos o errado hoje, amanhão pode ser certo, se forem os autores.